MESTRE ONDE MORAS?

 
    Hoje iniciamos um novo encontro... em uma nova praça, em uma hora que é a hora X... Qual será essa nova praça? Para cada um de nós tem uma praça, um ponto de encontro e de encontros dados e "burlados"... mas hoje não perca a oportunidade... não perca o avião...
    Sim, do filme "mãe perdi o avião" se pode fazer tantas coisas, mas quando é perdido aquilo que muda-te a ida... que coisa farás... aonde irás... com quem irás... com quem enraivecer-se?
 
 
Fiorella Mannoia
O Tempo Não Torna Mais

Espesso as nossas jornadas se complicam
enquanto as perplexidades continuam aqui
E longe nos desloca
em um Horizonte muito estranho
E os cálculos já feitos não tornam mais
Não o tempo não torna mais
e ontem não eras tu
hoje quem és?
Coisa é que muda a vida em nós?
E aquilo que agora tens
amanhã não os queirais
Espesso as nossas consciências murmuram-nos
frases que depois escondemos dentro de nós
e sentimos-nos atingidos
como venhamos mudados
palavras escondidas não saem mais
Não o tempo não torna mais
e talvez tu permaneças com aquilo que tens
que coisa é que grita escondido em nós?
Esta noite não dormirás
mas não mudarás
Não o tempo não torna mais
e ontem não eras tu
hoje quem és?
Vejas o tempo não torna mais
Não o tempo não torna mais
Veja o tempo não torna mais
Não o tempo não torna mais
 
    "Ainda hoje, o Senhor passa e encontra cada um de nós, encontra os jovens que perguntam-se e pedem-lhe <<Bom Mestre, que coisa devo fazer para herdar a vida eterna?>> Este encontro no qual Jesus << fixando-o o amou>> torna-se uma chamada.
    Torna-se um encontro entre quem fala e um que escuta, entre um que olha e o outro que deixa-se olhar, entre quem propõe uma seqüela e quem a compre. Nesta chamada quantas coisas entrelaçam-se: eventos, relações e reações que fazem parte da história pessoal de cada um, assim como pela história de Israel entrelaçavam-se os eventos de Deus e as tramas dos acontecimentos humanos. Não é estranho que o caminho do Senhor queira entrar e quase esconder-se nas estradas que possam atravessar o coração humano. A voz de Deus não pode simplesmente confundir-se com os desejos, os sonhos, as ilusões, as desilusões, as rebeliões e nem mesmo com as intenções, que originam no coração humano. Mas de todas estas mediações humanas Deus necessita e quer fazer uso para comunicar com os seus amigos. Como afinar o olhar e o ouvido para descobrir através da inevitável ambivalência deste nosso universo transparente e opaco, a voz e a estrada do Senhor nas vozes e nas estradas do homem?
    A formação à vida vocacioonal, isto é aos valores religiosos, é próprio isto, ajuda a cada homem e cada mulher a descobrir, ler e identificar as pegadas de Jesus na própria vida, e a seguir-lhes. A quais coisas somos chamados, chamadas? São Paulo nos lembrou pouco antes: não sou eu que vivo, mas é Cristo que vive em mim. Este é o fim último de cada vocação: que Cristo sempre mais viva em nós".[1]
 
 
 
 
 

[1] Cf F. IMODA, Fissatolo lo amò, Editrice Ancora, Milano 1996, pp.9-10


Enkel - Due Metri